quinta-feira, 31 de maio de 2012

"A contribuição africana na formação do povo brasileiro"

Os alunos do 4º e 5º anos estudaram sobre o tema "A contribuição africana na formação do povo brasileiro" com o propósito de produzir resumos para serem postados neste blog. Então, nessa postagem você encontrará algumas dessas produções. Confira!


A formação do povo brasileiro se deu com os ameríndios (índios americanos) já eram donos do Brasil vieram os europeus.
Os europeus, os portugueses e os espanhóis, chegaram no Brasil como  imigrantes e os holandeses e franceses chegaram no Brasil invasores, isso dava a idéia de que eles não tinham passes livres para entrarem e permanecerem no Brasil.
Com a necessidade do trabalho braçal vierem os africanos, considerados escravos que chegaram ao Brasil em navios negreiros.
No dia 13 de maio de 1888, sem suportar tanta pressão, o Brasil declara “fim a escravidão” porém não melhorou a condição social e econômica. Muitos negros continuaram na condição de escravos, não por deixar de entender a situação em que se encontravam, mas por falta de opção. Da cidade foi o negro, realmente escorraçado.
A luta do negro foi grande para afirmar sua cultura quando conseguiram que suas dança, religião, esporte e culinária fossem valorizada e reconhecida como cultura. Eles começaram a ter espaço na sociedade, mesmo com toda luta do negro ainda há descriminação.
 Por Álef, Walter Gabriel, Ian Pedro
Alunos do 4º ano

A formação do povo brasileiro se deu com os ameríndios que são índios americanos primeiros habitantes dessa terra a partir de 1500 chegaram os europeus sendo que os portugueses e os espanhóis vieram como imigrantes já os holandeses e franceses chegaram como invasores.
Pela necessidade de pessoas para trabalhar nas lavouras de cana de açúcar e café, chegaram os africanos, trazidos como escravos (tráfico negreiro)os negros continuaram sendo massacrados ai veio a princesa Isabel assinou na ausência de seu pai no dia 13 de maio de 1888 o fim da escravidão
            Muitos negros tiveram que lutar para afirmar sua cultura como a dança , religião, esporte e cultura hoje eles estão nas capas de revistas, anúncios de televisão e passarelas de moda  mesmo com tanta luta dos negros ainda há descriminação. 

Por Stela Saback e Helen Nunes
Alunas do 4º ano


A formação do povo brasileiro se deu com ameríndios (índios americanos) que já viviam aqui, em 1500 chegaram os europeus sendo que os que os portugueses e espanhóis chegavam como imigrantes, já os holandeses, franceses chegavam como invasores. Os portugueses que se consideravam donos legítimos das terras que já tinham dono, começaram a desenvolver varias atividades na agricultura, surgindo ai a necessidade de mão de obra para realizar o trabalho pesado chegam os africanos como escravo fazendo parte dessa formação de um jeito cruel.
Os africanos chegavam em navios negreiros, vindo traficados da África para serem escravos no Brasil, passaram um longo período nessa situação. No dia 13 de maio de 1888 a princesa Isabel declarou o fim a escravidão no Brasil.
A abolição da escravatura não foi um bom negocio para o negro, pois eles não tinham para onde ir, não tinham escolaridade e nem preparação para trabalhar nos grandes centros. Com todas essas dificuldades os negros continuaram sendo explorados.
Muitos negros tiveram que lutar para afirmar sua cultura. dança, religião, esporte e culinária. eles conquistaram seu espaço na sociedade. Hoje  já fazem papeis principais nas novelas, passarelas de moda etc. mesmo com toda luta e conquistas dos negros ainda há descriminação.
Por João Pedro e Tauã
Alunos do 4º ano 



A influência africana na formação do povo brasileiro
O povo brasileiro tem origem indígena, europeia e africana. Os europeus (portugueses e espanhóis) chegaram ao Brasil como imigrantes e os africanos como escravos.
 A princesa Isabel “libertou” os escravos e o fim da escravidão foi marcada em 13 de maio de 1888 pela Lei Áurea. Mas como os escravos não tinham emprego e dinheiro ficaram sendo escravizados.
            Porém há hoje uma luta do negro para afirmar sua cultura (dança, esporte, religião, culinária) ainda não acabou.
                Ainda hoje existe preconceito, mas foram criadas várias leis para que os negros não sejam desrespeitados.
                Por Heloisa Queiroz
Aluna do 5º ano

Europeus, negros e índios estão na base genética dos 170 milhões de habitantes dopais. Sabe-se hoje que mais de 60% dos que se julgam “brancos” tem sangue de índio ou negro correndo nas veias. Somos mestiços e sabemos, mas os censos populacionais trazem branco, negro  ou pardo como categorias do brasileiro com base na aparência. 
Os europeus (portugueses e espanhóis) eram considerados imigrantes, já os franceses holandeses foram considerados  invasores.
Os africanos  foram considerados escravos e foi por isso que a princesa Isabel assinou a Leia Áurea, em 13 de maio de 1888. Isso não adiantou muito, pois os negros não tinham lugar para ficar. Com o avanço do tempo ele veio trazendo sua cultura como por exemplo o samba.
O Brasil foi o último país a acabar com a escravidão. Os negros não desenvolveram sua inteligência, pois a escola, naquele tempo, era só para os brancos. Assim,permaneceram por muito tempo “explorados”.
Ainda hoje o racismo continua e é possível ver isso nas escolas públicas e nas grandes cidades. Depois  de muita luta o negro já consegue estudar. 

Por João Pedro Gomes
Aluno do 5º ano

A formação do povo brasileiro teve origem indígena, europeia e africana.
Os indígenas são índios americanos, por isso, eram chamados ameríndios. Chegaram como imigrantes, os portugueses e espanhóis. Os africanos chegaram ao Brasil como escravos e lutaram para viver até que a princesa Isabel assinou a Lei Áurea no dia 13 de maio de 1888 para acabar com a escravidão no Brasil.
Os negros com a sua força conseguiram a riqueza do país. O povo africano com as suas danças, oferendas e cultos para orixás contribuiu para a história do Brasil.
Após anos de dominação os negros foram jogados numa comunidade religiosa cheia de preconceitos, onde não tinham direito de se estabelecer.
Quando os negros vieram ao Brasil trouxeram seus hábitos, suas crenças, suas formas de expressão religiosa e artística.
Alguns indicadores mostram que os negros ainda vivem situações de desigualdade. Ainda há muito que fazer para alcançar níveis de qualidade, eficiência e rendimentos compatíveis com o que o povo africano merece.   

Por Alice Almeida
Aluna do 5º ano

                  A formação do povo brasileiro teve origem indígena, europeia e africana. Essa formação teve várias origens: os indígenas chegaram como ameríndios (índios americanos), os europeus chegaram ao Brasil como imigrantes e os africanos como escravos.
                 Em 13 de maio de 1888 a princesa Isabel assinou a Leia Áurea que marcou o fim da escravidão no Brasil. Porém, a maior parte dos escravos não sabiam ler nem escrever, isso não significava que eles não tivessem cultura. Eles trouxeram muitos hábitos para o Brasil: o samba, a capoeira, o acarajé, o candomblé, o trançar dos cabelos, etc.
                   Apesar de toda luta ainda há vários reflexos de desigualdade com os negros no nosso país. 
Por Taline Borges
Aluna do 5º ano

                   A formação do povo brasileiro deu-se início com os indígenas, europeus e africanos. Os indígenas chegaram ao Brasil como ameríndios, ou seja, povos americanos, os europeus chegaram como imigrantes, em especial, os portugueses e espanhóis e os africanos chegaram ao Brasil como escravos.
                   O Brasil é um país mestiço e os estrangeiros que viviam no Brasil não eram considerados imigrantes, mas sim invasores. O Brasil tem uma diversidade de povos como europeus, índios e africanos.
                    Os negros tem direito a legislação e está cada vez mais crescendo no Brasil. Essa titulação e  reconhecimento são importantes porque puxam o fio da nossa história e despertam para a presença do negro no Brasil.
                     Foi somente em 13 de maio de 1888 que a princesa Isabel assinou a Leia Áurea libertando todos os escravos.
                    O povo africano tem  seus modos de resistir, de se vestir e de arrumar os cabelos. E se há desigualdade hoje queremos acabar com ela.   
Por Ítalo Santos
Aluno do 5º ano

                      A formação do povo brasileiro teve inicio com os africanos e os indígenas conhecidos como ameríndios. Os portugueses e espanhóis chegaram ao Brasil como imigrantes.
                    Os negros trouxeram de suas terras seu modo de vida como a dança e outras formas de representar sua cultura.
                  No dia 13 de maio de 1888 a princesa Isabel assinou a Lei Áurea libertando todos os escravos. Mas para muitos essa liberdade não poderia mais ser aproveitada como deveria. Pois, após anos de dominação, os negros foram lançados numa sociedade preconceituosa de forma, desarticulada.
                   Hoje, no Brasil, ainda é possível ver o reflexo dessa história de desigualdade e exploração. Mas com sua luta e resistência o negro consegue afirmar sua cultura no esporte, religião, moda, dança, candomblé e no trançar do cabelo.
Por Gabriel Queiroz
Aluno do 5º ano

2 comentários:

  1. Nossa e espetacular o que voces fizeram mais infelismente nao eh oqe eu procuro .. (:

    ResponderExcluir